BA Cultural

English language
Español
Portugues
Frances
Alemán

title testimonials internship program section


bac testimonials_Katherine Scott thumbnail
2010

“Um lugar para visitar sempre!!”


“Olá, meu nome é Rafael, fui para Buenos Aires a passeio com minha familia e fiquei hospedado na BAC. Impossível escolher lugar melhor do que a casa de BAC, onde voce sente que ainda esta em sua propria casa. Existe uma atmosfera incrível na cidade, todos são educados e tudo parece ser seguro e tranquilo, tal energia estende-se para casa, onde existe uma grande integração com pessoas do mundo todo, alguns a passeio, outros estudando ou trabalhando. Recomendo a BAC a todos e com certeza voltarei para estudar, foi a viagem mais incrivel que já fiz. Um agradecimento especial a Caryna Villar, sua mãe e a Fatyma. Beijos. ”


“Hola mi nombre es Rafael, fui a Buenos Aires con mi familia y estuve alojado en la casa de BAC, imposible elegir un lugar mejor que este lugar, donde uno se siente como en su propia casa. Existe un ambiente increíble en la ciudad, todos son educados, hay seguridad y tranquilidad, esta energía se extiende a la casa donde hay una gran integración con personas de todo el mundo, algunas de paseo, otras de estudio o trabajo. Recomiendo a BAC a todos, con seguridad volveré para estudiar, fue el viaje mas increíble que yo hice. Muchas gracias a Caryna Villar, su madre y a Fatyma. Besos”

Rafael Neves, Sao Pablo, Brasil, rafaelfneves@globo.com

bac testimonials_Katherine Scott thumbnail
2010

“BAC un sitio excelente!!”


“Me llamo Humberto, tengo 26 años, soy abogado, vivo en Rio de Janeiro y vine a Buenos Aires para conocer un poco de la cultura que es muy distinta de la brasileña. Es una ciudad de arquitectura completamente diferente, con personas completamente diferentes de las brasileñas, por eso, creo que es muy interesante para todo el mundo y para nosotros, en especial, los jóvenes, que tienen más tiempo, puedan venir a acá y tener esta experiencia de vida. Para tener esta experiencia de vida, yo tuve la suerte de quedarme acá, a través de la BAC y tuve un hospedaje excelente con un clima familiar, tranquilo, no tuve preocupaciones cuanto a la seguridad, estadía, confort y, por eso, recomiendo venir a buenos aires, conocer todo lo que la ciudad tiene para ofrecer y quedarse en un sitio excelente, para eso, puedes consultar el sitio www.bacultural.com.”

Humberto Mendez, de Rio de Janeiro, Brasil, humbertoctm@hotmail.com

bac testimonials_Joe Petrides thumbnail
2010

"HOLA PERSONAS QUI VIENES A LA BAC”


Eu estive na casa de BAC por 1 mes no comeco fiquei meio assustado, mas no outro dia já estava totalmente familiarizado, eu fiquei no andar de cima, vivi aquí como uma familia, uma mae e duas avos, que me deram muita atencao, somente para mim tive um jantar de despedida, e Carina foi uma mae mesmo para mim, todos os días davam beijos quando acordava e quando ia durmi, bastante atencao a todos, eu estudei aquí tambem, foi uma experiencia muita boa, faziamos festa no andar de baixo com todas as pessoas, algumas vezes chegava meio bebado e comia a comida da geladeira e nao lembrava no outro dia, exemplo um dia eu comi a torta de minha avo, e no outro dia ela perguntou quem tinha comido a torta dela, e nao foi somente 1 pedaco foi meia torta, e eu nao fazia a minima ideia de que eu tinha comido, enfim, tudo aquí foi uma experiencia única e totalmente diferente de todos os locais que ja fui, para ter ideia sou piloto de aviao e viajo bastante e posso afirmar concerteza que essa familia é uma boa familia que todos devem vim aquí pois será uma experiencia única como jamais vivida. Obrigado por tudo familia argentina.

Carlos Menezes, Recife - Brasil, cm_filho@hotmail.com

separador


bac testimonials_Lauren Sanchez thumbnail
2010

“DAAAAALE BRasilenos!”


Oi, meu nome é Caio, e passei o mes de julo de 2010 na casa de Bac. Foi otimo esse tempo que passei aquí, fiz novas amizades, conhecia pessoas de outros países, até mesmo da minha cidade, Recife. E foi incrivel, é uma experiencia que eu tive pela primeira vez de sair do Brasil e passar tanto tempo fora de casa, longe da minha familia. Mas as pessoas daqui me fizeram sentir como se eu estivesse em minha propria casa, sendo atenciosas, solicitas e “gente fina” (heheh). Eu ganhei até avós novas, que me agradavam como se eu fosse o proprio neto delas. Vou sentir muitas saudades, mas quero e vou voltar para aquí de novo. Recomendo a todos que quiserem ter a mesma felicidades que eu tive em viver na casa de BAC. Gracias, me voy. Tchau tchau!

Caio Pessoa de Mello – Recife, caiomello89@hotmail.com

separador


bac testimonials_Steven Branco thumbnail

2010
“Pretendo voltar para estudar”>


Olá Estive na casa de BAC por 9 dias inesquecíveis. Todo tempo que estive em Buenos Aires me sentí muito bem, fui recebida em uma casa com pessoas muito amáveis e carinhosas. Fiz novas amizades e me divertí muito em mina curta estada. Pretendo voltar para estudar ou mesmo para levar minha familia para conhecer essa bela cidade. Recomendo a casa de BAC principalmente para estudantes, por ser muito segura, bem localizada e ter um ambiente familiar. Regiane Scalco- Americana- São Paulo- Brasil

Regiane Scalco, Americana, São Paulo - Brasil - escrevaprare@hotmail.com

separador

2010

“Voltei para casa de BAC”


Olá, chamo-me Stefânia, sou universitária e estagiária da área de relações internacionais em minha segunda vez em Buenos Aires e também na casa de BAC. Na primeira vinda meu intuito foi estudar castellano aprender mais sobre os costumes e a cultura local e desta vez vim de férias e trouxe mais duas amigas comigo, pois sentia muita saudade das pessoas que aquí conheci e também da cidade e arredores. Voltei para casa de BAC por ser um lugar familiar, seguro e também de confiança. Buenos Aires é um lugar encantador e eu recomendo.

Stefânia Dalfré, Campinas, São Paulo - Brasil - s.dalfre@gmail.com

separador


2010

” Com certeza voltarei a la BAC”


Oi, sou Felipe e passei 17 dias na casa de BAC. No começo, me assutou a ideia de viver com pessoas que nunca tinha visto, mas, com o passar do tempo, nos tornamos todos grandes amigos, até mesmo os que viviam em países com cultura completamente diferente. Além disso, sempre senti a segurança de ter uma casa num país onde nunca tinha ido. Durante a estadia, tive várias experiências e conheci muito da cultura argentina, por sinal, o povo recebe muito bem os estrangeiros, especialmente os brasileiros. Sinto muita saudade do clima da casa e lembro com muito carinho de todos. Com certeza voltarei a Buenos Aires y a la BAC!. Tchau!

Felipe Bueno de Andrade, Recife, Pernambuco, Brasil - fe_b_andrade@hotmail.com

separador


2010

“Um lugar para voltar”


Olá, meu nome é Roberta e estive na casa BAC em minhas férias por aproximadamente 15 dias, para conhecer Buenos Aires. Pretendo voltar para estudar espanhol e ficar novamente na casa, já que a familia é muito receptiva e cuidam de todos e da casa muito bem, além de ser um ambiente muito seguro!!! Fiquei muito feliz por conhecer a Cary que foi como uma mãe. Buenos Aires é um lugar maravilhoso e vale a pena conhecer.

Roberta Ferreira da Rosa Oliveira, Valinhos, São Paulo, Brasil - berthina_89@hotmail.com


separador

2010

¡Bueno lugar!


Olá, meu nome é Thiago, estive por 15 dias em Buenos Aires estudando castellano e me hospedei no BAC, fui muito bem recebido, ambiente familiar, segurança e boa localização. A cidade é muito boa, muitos lugares a se visitar e conhecer, a cultura argentina é bem interessante. Voltando a Buenos Aires é certo que passarei por lá. Saudades de Caryna, abuelita e madrinha! Grande beijo!

Thiago Marcelino Pais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil - thiagompais@hotmail.com

separador


2010

An other experience in Argentina…but the end was perfect!


So my first experience to Buenos Aires, Argentina was not quite what I would have expected. My boyfriend and I were coming from Bolivia to leave and go home. We had been in a bus for three days, and the bus company had arranged for a taxi to take us to central Buenos Aires. When we got out of the cab we went into the internet, we were only there for about a minute. We got up to pay and realized that we had left our money belt (with all of our money, passports, and credit cards) in the cab. We had only 1 peso on us, barely enough to pay for the internet that we had used. We walked around hoping to find a police station only to find out that when we got there we were told that there was nothing they could do unless we could find someone on the streets to give us 10 pesos. We ended up going back to the corner where the taxi had dropped us off hoping that the taxi driver would drive by with our stuff. Thinking that the taxi driver had maybe through the money belt out the window my boyfriend walked around the corner leaving me on the corner with all of our stuff (which I was balling my eyes out). At that moment Koen a traveler form Holland came around the corner saw me standing there and asked what was wrong. He took us back to Caryna an Argentine lady who runs a residence for students the BAC’s house. She let us use her phone and her computer and even had a room for us to stay in until we had gotten money and figured everything out. If it were not for Caryna, Koen, and the other travelers who made us feel welcome and helped us out we would have been sleeping on the street. This lady did more for us then our own embassy. Staying in this BAC’s house has been such a delightful experience not once did we feel like we did not belong.

Jennifer Maguire y Chris Chilton, USA
jennifernmcguire@gmail.com
chris.chilton@gmail.com